Skip to main content

Glossário


Análise de Custo-Benefício

É um método de avaliação econômica que valoriza tanto os custos como as consequências (resultados) em termos monetários.

Análise Retrospectiva de dados

Estudos retrospectivos avaliam dados já existentes, como registros médicos.

Centro único

O estudo é realizado em uma única instituição (ex.: o departamento de um hospital). Estudos simples são menos elaborados do que os multicêntricos, mas seus resultados devem ser comparados às informações gerais de possíveis peculiaridades da respectiva instituição.

Coorte

Estudo de Coorte - Estudos de coorte são estudos não randomizados, prospectivos, de nível da evidência IIb. Os sujeitos de pesquisa são distribuídos em dois ou mais grupos, com base em sua exposição a determinada substância (ex.: fármacos), fator ambiental (ex.: radioatividade) ou tratamento (ex.: tipo de cirurgia). Os grupos são observados durante um longo período e as doenças e/ou mudanças são registradas.

Coorte Prospectiva

Estudo de Coorte - Estudos de coorte são estudos não randomizados, prospectivos, de nível da evidência IIb. Os sujeitos de pesquisa são distribuídos em dois ou mais grupos, com base em sua exposição a determinada substância (ex.: fármacos), fator ambiental (ex.: radioatividade) ou tratamento (ex.: tipo de cirurgia). Os grupos são observados durante um longo período e as doenças e/ou mudanças são registradas. Estudos prospectivos observam o comportamento futuro.

Coorte Prospectiva de Braço Único

Estudo de Coorte - Estudos de coorte são estudos não randomizados, prospectivos, de nível da evidência IIb. Os sujeitos de pesquisa são distribuídos em dois ou mais grupos, com base em sua exposição a determinada substância (ex.: fármacos), fator ambiental (ex.: radioatividade) ou tratamento (ex.: tipo de cirurgia). Os grupos são observados durante um longo período e as doenças e/ou mudanças são registradas. Estudos prospectivos observam o comportamento futuro. Braço único: não compara com outro grupo.

Coorte Prospectiva de Braço Único

Estudos retrospectivos avaliam dados já existentes, como registros médicos.

Desfechos

Resultados

Diferença Estatísticamente Significativa

Foi comprovado através de testes estatísticos que a diferença não ocorreu por acaso. Tem significância estatística.

Estatisticamente Significativo

Foi comprovado através de testes estatísticos que o resultado não ocorreu por acaso. Tem significância estatística.

Estudo clínico randomizado

Estudos controlados randomizados são estudos prospectivos, de nível da evidência Ib. Os sujeitos de pesquisa são alocados a uma intervenção ou grupo de controle, de acordo com o princípio de randomização, pelo que se deve prestar atenção para tornar os grupos aproximadamente iguais (ex.: a faixa etária dos pacientes de ambos os grupos). O grupo de intervenção recebe determinado medicamento, tratamento, etc., o grupo de placebo recebe um tratamento similar, mas sem uma substância ativa (placebo), por exemplo. O RCT pode ser simples cego ou duplo cego.

Estudo Prospectivo Observacional

Estudos observacionais são estudos não experimentais, podendo ser analíticos (ex. Coorte ou caso-controle) ou descritivos (série de casos, relato de caso). Estudos prospectivos observam o comportamento futuro.

Evidência IA

Nível de evidência mais robusto - Metanálises são sumários retrospectivos estatísticos, de nível da evidência Ia, de RCTs já publicados, sendo que todos se referem ao mesmo assunto. São realizadas para obter resultados do mais alto valor científico possível (veja Introdução à Medicina Baseada em Evidências).

Evidência IB

Nível de evidência para Estudo Clínico Randomizado - Os sujeitos de pesquisa são alocados a uma intervenção ou grupo de controle, de acordo com o princípio de randomização, pelo que se deve prestar atenção para tornar os grupos aproximadamente iguais (ex.: a faixa etária dos pacientes de ambos os grupos). O grupo de intervenção recebe determinado medicamento, tratamento, etc., o grupo de placebo recebe um tratamento similar, mas sem uma substância ativa (placebo), por exemplo. O RCT pode ser simples cego ou duplo cego.

Evidência IIB

Nível de evidência para Estudo de Coorte - Os pacientes são observados sem nenhum tratamento designado, buscando diferenças entre grupos naturais e de acordo com os distintos fatores de risco ou exposição.

Hazard Ratio

Medida de interpretação parecida com o risco relativo, só que leva em conta o tempo que cada paciente foi acompanhado. O risco relativo é a razão da probabilidade de o evento (ou a doença em desenvolvimento) ocorrer no grupo exposto versus o grupo não exposto. Ver mais em "Introdução à Leitura de Artigos Clínicos".

IC

Intervalo de Confiança - Quantifica a incerteza na medição, ou seja, em estatística, um intervalo de confiança é a medida da confiabilidade de uma medição. Ver mais em "Introdução à Leitura de Artigos Clínicos".

Média Ponderada

O valor médio de uma lista de números também se denomina média. Cálculo da média, atribuindo pesos diferentes para cada valor. Ver mais em "Introdução à Leitura de Artigos Clínicos".

Metanálise

Metanálises são sumários retrospectivos estatísticos, de nível da evidência Ia, de RCTs já publicados, sendo que todos se referem ao mesmo assunto. São realizadas para obter resultados do mais alto valor científico possível (veja Introdução à Medicina Baseada em Evidências).

Multicêntrico

É um desenho de estudo no qual ocorre a condução simultânea e controlada de um mesmo protocolo em diversas instituições (ex.:hospitais)

Odds Ratio

O odds ratio é uma forma de comparar se a probabilidade de determinado evento é a mesma de dois grupos. Ver mais em "Introdução à Leitura de Artigos Clínicos".

P

Valor de P - Uma medida da probabilidade de que um resultado específico (ex.: a diferença entre os grupos) tenha acontecido por acaso, durante um experimento. Ver mais em "Introdução à Leitura de Artigos Clínicos".

Paciente Randomizado

Randomizado é ser alocado aleatoriamente - Cada paciente que entra no estudo tem a mesma chance de ser alocado para qualquer um dos grupos de estudo.

Qualidade de Vida

A qualidade de vida é um conceito amplo e abstrato, podendo incluir tanto o bem-estar físico e mental, saúde, padrões culturais e socioeconômicos, como renda, liberdadee meio ambiente, entre outros.

Registro

Coleta sistemática de um conjunto claramente definido de dados sobre saúde e dados demográficos para pacientes com características de saúde específicas. Banco de dados observacional central com dados da prática clínica de rotina para fins pré-definidos.

Revisão da literatura

Relato e avaliação do conhecimento produzido em pesquisas prévias, destacando conceitos, procedimentos, resultados, discussões e conclusões relevantes para o tema da pesquisa.

Revisão Sistemática

Busca sistemática e identificação de estudos relevantes, que avaliam criticamente sua qualidade, usando uma metodologia científica (critérios de inclusão/exclusão, termos de busca) e resume os resultados.

Sobrevida

É uma medida utilizada para se estimar um prognóstico, em relação ao tempo. Tempo de vida adicional.


< VOLTAR